Capa » Geral » Saiba como a disfunção eréctil pode prejudicar a sua relação

Saiba como a disfunção eréctil pode prejudicar a sua relação

impotência masculina nos relacionamentos

Apesar da disfunção eréctil ser um problema masculino, é nas mulheres e na própria reacção que está o papel principal no que diz respeito ao tratamento. Um acompanhamento directo da mulher pode ser a melhor forma de tratamento que o homem vai encontrar para a impotência masculina, sendo que é lógico que o tratamento geral terá que ser acompanhado por um médico especialista, mas a relação do casal é um dos melhores apoios que o homem poderá ter.

Em primeiro lugar, é importante lembrar que a disfunção eréctil é um dos problemas que mais afecta os homens em Portugal nos dias de hoje. Geralmente é tratada como impotência masculina, mas a verdade é que este problema impede o homem de ter e manter uma erecção, mas o desejo acaba por estar presente da mesma forma. Este tipo de situações pode realmente afectar uma relação, pois se existe desejo de ambas as partes, mas se o homem não consegue (por motivos de saúde) concretizar o acto, pode muito bem causar desconforto e outros problemas no seio do casal.

Geralmente a impotência masculina pode levar o homem a tentar evitar as relações sexuais, não só porque não as consegue concretizar, como também não as tendo é uma forma de não estar constantemente a pensar na situação. Esta decisão por parte do homem pode levar a um afastamento da sua parceira e consequentes problemas no seio do casal, já que a troca de carinhos e atenção tende a ser cada vez menos, assim como a evolução desses carinhos deixa completamente de existir e a verdade é que um casal, precisa não só do companheirismo, como também do lado carnal, do lado físico.

Em termos práticos, os homens acabam por reagir assim inconscientemente, já que na impossibilidade de concretizarem o acto sexual, acreditam que qualquer tipo de intimidade será desnecessária pois vai despoletar outras necessidades e outras vontades, que na realidade não vão poder ser levadas em frente. Contudo, a mulher é um ser extremamente emocional e perspicaz, pelo que em muitos casos a dificuldade do homem acaba por se tornar na impotência feminina, isto é, a mulher acaba por evitar a intimidade entre o casal, tentando assim evitar também o embaraço masculino e os problemas que por aí advém.

A disfunção eréctil pode muito bem trazer inúmeros problemas para as relações, principalmente quando não existe um diálogo aberto entre o casal, causando desconfianças e por vezes pensamentos que raramente são verdade. É da responsabilidade da mulher, tentar que esses problemas não avancem, conversando e ouvindo tudo aquilo que o homem tem para fazer, mas o mais importante mesmo é mostrar ao parceiro que nem sempre o acto sexual é o mais importante, os carinhos, os gestos, os beijos e abraços e muitas vezes até uma troca de olhares pode ser o suficiente para ela.

Tendo em consideração que esta doença é provavelmente aquela que mais atinge o orgulho masculino, é imperativo que ambos os membros do casal sintam uma necessidade mútua de mostrar que ainda amam e ainda desejam. Partilhem momentos que geralmente não eram levados a sério, façam surpresas, vão jantar fora e sair para dançar e aproveitem de forma positiva esta doença para recomeçarem na relação, voltando a conhecer a pessoa que está ao seu lado, sempre a demonstrar o seu amor, sem que a disfunção eréctil afecta a relação.

Sumário
Nome do Artigo
Saiba como a disfunção eréctil pode prejudicar a sua relação
Autor