Capa » Medicamentos » Como tratar a disfunção eréctil?

Como tratar a disfunção eréctil?

tratar a disfunção eréctil

A disfunção eréctil é um problema que pode, muitas vezes, revelar-se extremamente difícil de tratar, uma vez que nem sempre é fácil determinar as suas verdadeiras causas.  Como tratar a disfunção eréctil?No entanto, apesar de, em muitos casos, se poder manifestar de forma extremamente persistente, vale a pena procurar sempre assistência médica, uma vez que as alternativas de tratamento são, hoje em dia, bastante vastas, e oferecem uma solução viável para praticamente todos os casos de disfunção eréctil.

Qual a melhor forma de tratar a disfunção eréctil?

O tratamento da disfunção eréctil irá variar significativamente consoante os factores responsáveis pela mesma. O primeiro passo, e também um dos mais importantes, é reconhecer a existência do problema e consultar um médico assim que o mesmo se comece a manifestar de forma recorrente. Infelizmente, muitos Homens não se sentem suficientemente à vontade para expor o seu problema a um médico, o que acaba por contribuir para agravar significativamente toda a situação. Isto, por sua vez, poderá fazer com que a disfunção eréctil se torne permanente.

Terapia sexual

A terapia sexual é particularmente indicada para para situações em que a disfunção eréctil seja potenciada por factores psicológicos, como é o caso do stress. Este método apenas pode ser considerado como um tratamento viável para a disfunção eréctil quando o paciente não apresente problemas de carácter orgânico que possam estar a contribuir para agravar a situação, como é o caso da diabetes e da hipertensão arterial, que tão prejudiciais se podem revelar para a performance sexual.

Medicação

O tratamento da disfunção eréctil é, frequentemente, levado a cabo através da ingestão de determinados medicamentos especificamente desenvolvidos para facilitar o processo de erecção, como é o caso do viagra, que contribui para a dilatação das artérias, facilitando assim o fluxo sanguíneo para o órgão sexual. Para além da medicação direccionada para o tratamento da impotência sexual, o paciente poderá, também, ter de tomar medicação para qualquer que seja a doença que possa estar a potenciar esta disfunção sexual.

Injecção intra-cavernosa

Esta alternativa costuma ser adoptada quando os medicamentos ingeridos por via oral não surtem os efeitos desejados, ou até mesmo quando são contra-indicados ao paciente. A injecção intra-cavernosa destaca-se como uma solução extremamente eficaz para a estimulação da circulação e dilatação das artérias do órgão sexual, facilitando assim todo o processo de erecção. Após aplicada, esta injecção levará 15 minutos a actuar e não exigirá qualquer tipo de estimulo sexual para que faça efeito. Apesar da sua eficácia, esta opção não é muito popular entre os pacientes, uma vez que muitos são aqueles que apresentam pavor de agulhas.

Prótese peniana

Esta constitui uma intervenção cirúrgica que tende a servir como solução para casos de disfunção eréctil que não consigam ser tratados através de métodos menos invasivos. Consiste na introdução de uma haste metálica, envolvida em silicone, no órgão sexual do paciente, originando o enrijecimento do mesmo, de modo a permitir a penetração.

Revascularização

A revascularização é um procedimento cirúrgico adoptado em casos em que o paciente apresente sérios problemas nas artérias responsáveis pela irrigação do pénis. Este procedimento permite melhorar a qualidade do fluxo sanguíneo na região genital, facilitando assim a penetração. Tal como a prótese peniana, esta solução tende a ser mais direccionada para pacientes que sofram de casos mais agravados e permanentes de disfunção eréctil, que não possa ser tratada através da utilização dos medicamentos mais convencionais para a resolução do problema.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*